Archive for novembro, 2008

Mil Casmurros, você já escolheu seu trecho?

 

grava ai teu trecho no mil casmurros, eu deixo!

grava aí teu trecho no mil casmurros, eu deixo!

depois do post profético do mestre Tas

“Podem escrever: daqui a alguns anos, quando a Globo tiver hegemonia também na internet BR, os mesmos ingênuos vão inventar alguma teoria conspiratória para explicar o fato. Não vão se lembrar do fato que, no ano de 2008, enquanto a maioria das emissoras vacilava em interagir com os ávidos telespectadores que tiraram a bunda da poltrona há muito tempo, a Globo lançava o Mil Casmurros. É o melhor portal de interação entre uma obra televisiva e os telespectadores que eu já conheci.”

e o trendspotter Cardoso explicar o projeto:

Mil Casmurros pretende confiar na internet para produzir uma grande leitura coletiva da obra de Machado de Assis. Basicamente, o livro Dom Casmurro foi fatiado em MIL trechos e qualquer pessoa que acessar o site pode escolher um deles para declamar perante sua webcam.”

tava me sentindo meio culpado de ainda não ter gravado meu trechinho, eis que hoje de manhã garanti o vídeo 105, ainda não subiu, veremos se mais de tarde…

qual trecho você escolheu?

 

ps: veio um e-mail com o link para o vídeo que gravei http://www.milcasmurros.com.br/trechos/105

Deixe um comentário

Saramago é pop

o que você tá olhando imbecil?

o que você tá olhando imbecil?

achei um entrevista na ñ (pra quem não conhece, a Ilustrada dos argentino – mas muito melhor – tenho que admitir…) do escritor do livro daquele cara do filme na favela com galinhas, aqueeele, que dirigiu aquele filme em que todo mundo fica cego e que tem aquela atriz, como ela chama mesmo???? Julianne Moore, lembrei. o tiozinho da terra do Rio Tejo tem um cachorro que chama Camões, solta umas pérolas sobre assuntinho tolos como…. como…. religião? fala sobe morte, vida e elefantes, um trechinho:

“Yo hablo tanto de religión porque me cuesta trabajo comprender, además por qué, si yo tengo una religión, estoy obligado a odiar a la gente de otras religiones. No debería sorprender, porque los que siguen al Real Madrid no pueden ni pensar en los que siguen al Barcelona. Si esto sucede en algo tan rudimentario como el fútbol, qué es lo que no ocurriría si yo creo en un dios y no puedo soportar la esencia de alguien que cree en otro dios. Es la prueba de que en el fondo somos bastante estúpidos, con todo respeto. Por eso a veces digo que el mundo sería mucho más pacífico si todos fuéramos ateos.”

e agora, não sei se vocês viram, mas eu me emocionei e me identifiquei com o Fernando Meirelles (totalmente perdido:) quando o filme acaba e o Saramago fica quietinho…na pré-estréia do Blindness… (gravado pelo filho do Meirelles)

o cara é pop e escreve pacas!

extra: Blog do Meirelles durante a vida no Blindness 

extra 2: Blog do Saramago

Deixe um comentário

Hurtmold in colours

enchi o saco da Laura e ela não me deixou na mão, postou o clipe que a turma dela produziu pra música Kampala do Hurtmold. ficou fodido lindo!

a galerinha* tem manhas de fazer um clipe de uma música instrumental ficar pop, colorido e visual. foda!

*imagem e som 2005 ufscar

Comments (2)

Clube dos Corações Solitários

bem-vindo,

o título do livro do André Takeda revela mais meu estado de espírito do que qualquer conversa de bar poderia me fazer falar nestes tempos sombrios

além deste, tenho que agradecer -do burburinho underground 90´s e 00´s – o COL, Maybees e S&Y pela formação romanticalcólica de quem vos escreve e dos brothers Ciro e Marcos Pio

suerte y un abrazo,

Bruno

Deixe um comentário

change we need

change hairdo

change habits

change job

change city

change country

change president

change money

change channel

change music

change undewear

change ideas

change shoes

changing feelings

change political point of view

change world

change with little changes

change mails

check mails

change photos

check your pocket

if you find something that worth

see some friends

change beers, bars, nights

tonight we’ve got a date

with change:

y o u r s e l f

Comments (3)

Obatian rules!

na celebração do centenário da imigração japonesa fizeram uma reportagem em Londrina sobre a cultura da caligrafia japonesa e olha quem entrevistaram… minha avó!

não é que Dona Marina dá uma zoada na repórter e ainda tira um som? obatian rules!

banzai!

Comments (2)