Archive for fevereiro, 2009

Twitterfall

invenção de 2 inglesinhos geniais

invenção de 2 inglesinhos geniais

enxurrada de informações como nunca vista, esse Twitterfall é insano, pior que acompanhar a Bloomberg com toda aquelas informações correndo loucamente é acompanhar as notícias num mundo de zilhões de produtores de notícia, poucos jornalistas, meia dúzia de redes de comunicação e mais raro ainda leitores atentos

o twitterfall é basicamente um rastreador de notícias via Twitter em cascata, com geolocation, trends e tudo mais que a web 2.0 pode oferecer

mas quem pode te explicar melhor é o Tiago Dória

abraços!

Deixe um comentário

adendo #1

foi caminhar pra tentar espairecer e nunca mais foi visto

alguns cogitam um retiro espiritual

outros cirurgia plástica e fuga política

alguns conspiradores até pensam em sequestro e síndrome de Estocolmo no cativeiro

se perdeu?

se rendeu?

o que ninguém imaginou era que ele poderia… talvez, perdido um lugar inconcebível…

ter se encontrado

Deixe um comentário

Sean and the insane dog

this post is dedicated to my crazy friend Sean, who is back to the US after a few months living in South America

i couldn’t stop laughing with this nonsense video 🙂

from: Sean goes to Chile

Deixe um comentário

Sambô – Rock ‘n roll

reconheceu a música? isso mesmo Rock ‘n roll do Led na versão samba roots

tucanaram o Led, mas eu gostei! a galera toca mó bem

mais uma dica: Tas

Deixe um comentário

Post Secret

finallypeacefonte: PostSecret

Deixe um comentário

There’s probably no god

Estive na Espanha nessas férias e acompanhei admirado a polêmica em torno da existência d’Ele. “Deus não existe, desfrute a vida”, estampavam banners em ônibus municipais. A idéia foi da Associação de Ateus, que pagou o anúncio do próprio bolso.
O debate girou em torno do papel do Estado, já que a frase foi estampada num bem de serviço público. As prefeituras de Madrid e Barcelona defenderam o direito de livre expressão.
A idéia foi copiada de um grupo de ateus de Londres, que fez o mesmo anúncio nos ônibus locais: “God doesn’t exist”.
Imaginei a contenda que a iniciativa geraria na cidade de São Paulo, onde um candidato a prefeito, Fernando Henrique Cardoso, perdeu a eleição, pois não respondeu monossilabicamente à pergunta do provocativo jornalista Boris Casoy, se acreditava em Deus.
Basta ver o que ocorre no TJ do Rio de Janeiro. O novo presidente, desembargador Luiz Zvelter, foi censurado, pois retirou da sala de sessões um crucifixo e defendeu o caráter laico da justiça, que deve respeitar todas as religiões.
Me lembrei do Estado brasileiro, apesar de laico e democrático, e suas relações duvidosas com o poder evangélico e o rebanho de milhões de eleitores.
No mais, a dúvida pode dar em processo- como o movido por fiéis da Igreja Universal contra os jornais O Globo, A Tarde, Extra e Folha de S. Paulo, alegando que se sentiram ofendidos pelo teor das reportagens contra a Igreja.
No Brasil, o ateu se sente acuado. Cultos africanos, indígenas ou de outras religiões estão ausentes em cerimônias oficiais, em que deveriam ter um padre, um passe e uma pajelança.
Na Espanha, o Estado manteve o firme propósito de não intervir. Venceu a democracia. Perdeu a censura. E grupos evangélicos pagaram anúncios nas mesmas proporções, também exibidos nos ônibus, com os dizeres: “Deus sim existe, viva a vida com Jesus”. Não é mais justo?

ps> na verdade, diferentemente da barcelona e madrid, o slogan de londres foi: “provavelmente não existe deus”. tão bom quanto.

fonte: blog do Marcelo Rubens Paiva

Deixe um comentário

3 horas

3 horas

3 horas

Comments (2)

Jeanne Cherhal

l_da4100578b0a419791412db9c48dc3d9

pianinho ritmado embalado por voz doce à la pop music francesa? v.i.c.i.a.n.t.e.

a mina arriba destrói nas composições e melodias, vide as canções Canicule e Le Tissu

clique na foto e vá direto pro Myspace da bela

merci beaucoup Anne!

Comments (6)

O curioso caso de Forrest Gump

não dava nada pro título acima, devidamente plagiado do Funny or Die, até perceber que todo o ciclo dos 2 filmes se encontram no denominador comum chamado Eric Roth, excelente roteirista dos 2 filmes

separados ao nascer?

separados ao nascer?

valeu pela dica Estevon!

Deixe um comentário

Dieta da recessão

parece uma piada bidirecional os inglesinhos da BBC tirando um sarro da dieta dos americanos em crise, pois parece que a Inglaterra se alimenta como se estivesse em crise a várias geração…

Deixe um comentário

Older Posts »