Archive for literature

Fim de ano com duas capas que ninguém esperaria…

a Playboy encalhou e a Rolling Stone entrevista quem tem muito pouco a dizer… ok, hoje estou xarope ácido


Deixe um comentário

Média de leitura das famílias brasileiras= 3 jornais por ano

“As revistas são as preferidas na leitura das famílias, com gastos de R$ 42 por ano. Com jornais, o valor é de R$ 17, enquanto as despesas com livros não-didáticos aparecem quatro vezes menor, apenas R$ 11 por ano.”

dados da CBL (Câmara Brasileiro do Livro) divulgados no site da Época

ou seja, algo como 4 Vejas,  3 Folhas de SP de domingo e 1 livro no sebo POR ANO

o presidente não lê jornais por ser muito chato, prefere que o Franklin Martins resuma tudo para ele, como mostrei aqui

alguém me explica como é que esse país vai pra frente?

Deixe um comentário

Ivan Martins – Nossa Intimidade

0,,18691241,00

O editor-executivo da Época tem uma das colunas semanais que virou meu vício pela sinceridade, simplicidade e sensibilidade. O universo masculino menos testosterona e mais cerebelo agradece…

recomendo esta para os apaixonados: “Amar com Benedetti”

“(…) Li La Borra em Montevidéu, com lágrimas nos olhos, apavorado. Eu sentia naquela época que certos amores eram inextinguíveis. E a idéia me apavorava, porque parecia me bloquear a vida. Hoje eu sei que não é assim. Descobri, como Benedetti, que amores imensos nunca se vão de todo. Eles ficam na memória e nos moldam a vida, mas não nos impedem de vivê-la. Como os melhores livros.”

e esta pra entender porque escolhemos mulheres que lembram nossas mães: “Ô minha mãe…”

“(…) Quando olho para aquela velhinha magra e serelepe, que faz ioga, anda de bicicleta, cuida da casa sem ajuda e vai de ônibus pra lá e pra cá (rueira, como ela mesma diz), eu tenho dificuldade em ver nela a figura que, de alguma forma, moldou meu jeito de me relacionar com as mulheres.

Sim, porque a influência é inescapável. Afeta, por exemplo, a aparência e o temperamento das minhas escolhas.(…)”

boa leitura!

Deixe um comentário

Frisson do novo livro do Chris Anderson – Free

Chris Anderson é o editor-chefe da revista Wired, uma das melhores trendspotting-guide-ever

o cara está em voga de novo agora com a lançamento do livro Free que aponta a tendência dos produtos e serviços se tornarem cada vez mais baratos ou grátis, vulga commoditização

tem gente de peso que discorda como o Malcolm Gladwell, autor de Blink, escreveu aqui na revista New Yorker

e tem gente de peso do outro lado que concorda e rebate o Gladwell, como o curioso escritor Seth Godin, que escreveu em seu blog

concordando ou não, o bom é que não é preciso pagar nada para ler o livro (e o já famoso A Cauda Longa), ouvir o audiobook, ou assistir uma prévio do seu livro 🙂

thanks HSM, Youtube, Wired, WordPress e Chris!

legenda: da esq. para dir.: Chris “o cara” Anderson, Seth “Spock” Godin e Malcolm “black power” Gladwell

Comments (1)

yo no Mil Casmurros

o projeto Mil Casmurros ganhou ontem o prêmio Cannes Lions e quem vos escreve participou deste projeto que mistura vídeo, literatura, web, redes sociais, audiobook, televisão e literatura para dar vida e destaque a um dos mais clássicos livros brasileiros

para ver meu vídeo clique aqui (meu vídeo é o número 105, mas minha interpretação é digna de um “eu não fiz escola de ator”:)

Deixe um comentário

hidden wikipedia love poem

você é meu país

“Um país, de uma forma geral, é um território social, político, cultural e geograficamente delimitado {seu corpo}. A maioria dos países é administrada por um governo {ditadora} que mantém a soberania sobre seu povo e seu território {eu e o apartamento}, garantindo assim o funcionamento e a ordem do fluxo de atividades que envolvem a sua economia e a sua sociedade {o que ganho é nosso}.

A definição de país não é necessariamente compatível com as definições de reinoimpériorepública,naçãoEstado, mas, na atualidade, independentemente da forma de governo adotada, todos os Estados soberanos são considerados países {ok baby, eu posso cuidar das crianças}.”

fonte: outra leitura de Wikipedia

Deixe um comentário

Kindle 2

o ipod dos livros não decolou na primeira versão, será que desta vez vai?

porque eu acho que NÃO vai:

1- 359 dólares (precisa dizer mais alguma coisa? um iphone 3g custa 299 doletas)

2 – preto e branco, c’mon!

3 – Stephen King sucks!

ps: a idéia é boa, mas ainda não me convenceu a comprar um…

Deixe um comentário

mais uma obra-prima do Post Secret

precisa dizer mais alguma coisa?

precisa dizer mais alguma coisa?

alguém se habilita a criar uma versão brazuca do post secret comigo?

fonte: http://postsecret.blogspot.com/

Comments (4)

Post Secret (psiu, não conte pra ninguém)

cansado dos mesmos site, blogs, do orkut, do facebook, do twitter, do msn, dessa tranqueira toda?

o fantástico Post Secrets é o canal… postais, fotos, papéis scaneados, fotos cortadas sempre com algum comentário deliciosamente ácido ou alguma coisa linda vindo dos pensamentos alheios mais profundos

a pérola abaixo rolou essa semana….

trojans

Deixe um comentário

tchau 2008, bem-vindo 2009!

caros leitores,

o Spread Things saúda a primeira virada de ano deste blog com a mudança no visual, como o ano que vem chegando promete ser, mais esperançoso, cheio de mudanças e menos sombrio que o (agora finado) 2008

uma resumo de 2008 em listas

melhor artista/banda: El Cuarteto de Nos, Amy Winehouse e Björk

melhor filme nacional: Linha de Passe (Walter Salles)

melhor filme estrangeiro: não cheguei a nenhuma conclusão

melhor livro que li neste ano: Alta Fidelidade – Nick Hornby

melhores blogs brazucas: Blog do Tas e Tiago Dória

melhor revelação na tv brasileira: CQC

melhor viagem: Uruguai

melhor descoberta tecnológica pessoal: RSS (my yahoo)

apostas para 2009: Obama, Radiohead no Brasil, armar uma pós em comunicação digital, investir em small caps e tesouro direto, trainee folha, reduzir 5 kg, cozinhar mais peixe e legumes, montar exposição de fotografias e viajar (só não posso contar agora, dá azar…)

tchau 2008, bem-vindo 2009!

Deixe um comentário

Older Posts »